quarta-feira, 8 de julho de 2015

Ladrões efetuam disparo em assalto

Daiane Fernandes

policia@diariodosul.com.br



Duas empresas foram alvo de assalto em Tubarão, ontem. O primeiro caso aconteceu durante a manhã, na empresa Eraldo Caminhões, às margens da BR-101. Uma dupla armada rendeu o vigilante e anunciou o crime. O segundo assalto aconteceu por volta das 16h30, na Imobiliária Tubarão, no centro da cidade.





De acordo com a Polícia Militar (PM) da Cidade Azul, no primeiro assalto a dupla chegou em uma motocicleta. Ambos renderam o vigilante e, em seguida, subtraíram da empresa um notebook e o valor de R$ 500. Em seguida, fugiram do local a pé, em sentido ignorado. Eles deixaram a motocicleta, que foi removida pela polícia.

O segundo crime aconteceu durante a tarde, na rua Coronel Collaço, no Centro de Tubarão. Conforme a polícia, uma dupla, também em uma motocicleta, chegou à Imobiliária e anunciou o assalto. Na empresa estavam funcionários e o dono, que foram rendidos pelos ladrões, que estavam armados.

O dono chegou a reagir ao crime, fazendo com que a dupla fugisse do local sem levar nada. “Na fuga, os suspeitos ainda efetuaram disparos, que vão ser analisados através de perícia na investigação da Polícia Civil”, informa um policial militar. A dupla fugiu em uma motocicleta CB 300. Em ambos os casos, ninguém foi preso.
- See more at: http://diariodosul.com.br/SITE2015/noticia/21130/Ladroes-efetuam-disparo-em-assalto.html#sthash.ED3h0NK5.dpuf

Exames são aguardados para comprovar estupro

A Polícia Civil de Capivari de Baixo segue com inquérito para apurar o crime de estupro contra uma menina de 12 anos. Até o fechamento desta edição, ainda era aguardado o resultado do exame de corpo de delito, que serviria para comprovar se houve conjunção carnal.

O crime, conforme relato da mãe da menina à polícia, teria acontecido na madrugada de domingo, quando a garota sumiu e retornou no outro dia alegando que um rapaz de 18 anos teria cometido um estupro após ter saído com ele. A menina teria aparecido naquele dia com marcas vermelhas pelo corpo, assim como arranhões e hematomas, e suas roupas apresentavam marcas de sangue.
- See more at: http://diariodosul.com.br/SITE2015/noticia/21134/Exames-sao-aguardados-para-comprovar-estupro.html#sthash.0q23cSFC.dpuf

Comando segue em atenção redobrada

Após ser alvo de ataques resultado de conflitos entre facções criminosas, Santa Catarina segue em constante alerta para evitar que a violência se propague. Na região, não é diferente. Em conjunto com as demais forças de segurança, a Polícia Militar de Tubarão segue com ações internas que garantem medidas para identificar movimentações suspeitas.

Tais medidas, em circulação entre as forças de segurança, são para redobrar as ações visando a coibir ataques. De acordo com o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar (PM) de Tubarão, coronel Giovani Livramento, a região está sempre em alerta. “Frequentemente recebemos comunicados”, analisa o comandante.

Ainda segundo Livramento, o comando está sempre com a atenção redobrada, a fim de combater o crime. “Estamos em constante trabalho de prevenção e repressão. Nosso maior trabalho é relacionado ao combate ao tráfico de drogas, que acaba levando a outros crimes”, informa Livramento.

Em documento interno do Deap, relatado em sites de notícias estaduais, o departamento afirma manter em sistema de plantão 24 horas um centro de ações penitenciárias para informações internas e controle de episódios atípicos e de quebra de ordem e disciplina. A atenção redobrada nas prisões ocorre porque líderes dessas facções agem principalmente com ordens de dentro das prisões, numa guerra entre as facções PGC e PCC.

Na região, conforme Livramento, a polícia de Tubarão encontrou, no ano passado, cartas ligadas a pessoas do PGC. “Porém, foi desarticulado. Estamos sempre em alerta, mesmo porque as cidades maiores ainda sofrem com a ação dessas facções”, destaca o comandante.
- See more at: http://diariodosul.com.br/SITE2015/noticia/21131/Comando-segue-em-atencao-redobrada.html#sthash.Q8fXFnE5.dpuf

Livro “Guerreiro” é vendido em 14 países

Tatiana Dornelles

diversao@diariodosul.com.br



Com 17 anos, Gean Zanelato escreveu um livro. “Guerreiro” começou a sair do papel no fim de 2012, durante uma sessão de terapia e com a ajuda de uma psicóloga. O livro é comercializado em 14 países.

O acadêmico de Jornalismo da Unisul de Tubarão sempre adorou ler e apaixonou-se, aos oito anos, pelos livros “Harry Potter”, de J.K. Rowling. “A autora é minha maior inspiração literária e é por causa dela que alimento o sonho de me tornar escritor. Tive a ideia de escrever ‘Guerreiro’ com a ajuda de uma psicóloga”, conta Gean, que mora em Braço do Norte. A intenção com o livro era ajudar quem estivesse passando por dificuldades. “Por isso, doo meus lucros com a obra para o Instituto Construir, de São Paulo. Além de inspirar meus leitores, posso beneficiar todas as pessoas que o instituto ajuda”, revela.

O livro está disponível no site da Editora Perse, sob encomenda na livraria Karla, de Braço do Norte, e na Amazon de 14 países. “A editora que me publicou tem sede em São Paulo e é pequena, mas estou avaliando propostas de outras maiores para assinar até o fim do ano, quando eu já tiver 18 anos”, conta Gean.

“Guerreiro” é o primeiro livro de uma série de cinco. “Este foi contado de modo episódico, porque ao longo da história os personagens são afetados por aventuras individuais. No segundo, cujo nome será ‘Rainha’, há uma estrutura mais linear. Tenho previsão de terminar o próximo da sequência até o fim do ano. Estou escrevendo um romance policial para adultos. Acho que este demorará alguns anos e acho que vou publicar só depois que eu terminar toda a série”, ressalta.

Em uma semana de divulgação foram vendidas mais de 250 cópias de “Guerreiro”. “É meio surreal, como a realização de um sonho! Além disso, participarei de dois concursos literários nacionais - Sesi e Amazon Brasil - e, em janeiro, talvez embarque para a Itália para divulgar o livro ‘Guerreiro’”, revela o jovem.
- See more at: http://diariodosul.com.br/SITE2015/noticia/20962/Livro-%E2%80%9CGuerreiro%E2%80%9D-e-vendido-em-14-paises.html#sthash.xdS4W7Z7.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário