sábado, 17 de agosto de 2013

uatro homens são presos por estupro em uma semana.

Q
Dois casos distintos de estupro foram desvendados e os supostos autores foram presos na sexta-feira na região. É impossível dizer qual deles é o mais repugnante. Em Laguna, quatro crianças foram vítimas do agressor. Em Gravatal, uma mulher com deficiência física e mental teria sido violentada pelo próprio irmão.
O acusado de cometer os crimes contra as crianças foi preso por volta das 6h30 de sexta-feira no bairro Estreito, em Florianópolis, onde ele reside. O garçom, de 47 anos, viajava todos os fins de semana para Laguna, exclusivamente para violentar as vítimas, de 10, 11 e duas de 12 anos.
“Ele aproveitava que tem familiares aqui e vinha todos os fins de semana para Laguna. A professora das crianças desconfiou, conversou com elas e nos acionou. Isso há três dias. Reunimos os depoimentos, provas e conseguimos o mandado de prisão temporária, que foi cumprido nesta sexta-feira”, comenta a delegada responsável pelo caso, Madge Branco.
Após ser preso, o garçom foi levado para a Unidade Prisional Avançada (UPA) de Laguna. “Agora, vamos buscar mais provas durante os 30 dias da prisão temporária para solicitar uma prisão preventiva”, adianta a delegada.

Apontado por estupro é o próprio irmão da vítima.
A vítima do estupro descoberto em Gravatal, de 50 anos, tem deficiência física e mental. O acusado de abusá-la é o próprio irmão, de 48 anos. Ele também foi preso na sexta-feira, desta vez em uma ação das polícias Militar e Civil do município, onde o crime é apurado.
O mandado de prisão preventiva contra o suposto agressor foi cumprido na casa dele, no bairro São João, em Tubarão. “Os abusos foram informados recentemente para a Polícia Civil e, durante as investigações, constatamos que isso estaria ocorrendo há aproximadamente dois anos”, comenta um policial militar.
Outro irmão da vítima, de 51 anos, também chegou a ser detido. Ele é investigado por conivência, o que ainda não foi confirmado. “Ele poderia saber que os abusos aconteciam e não fez nada. Mas isso ainda precisa ser checado porque ele é um trabalhador e sempre cuidou da família, inclusive do pai”, aponta o policial.

Outras prisões por violência sexual .
Nesta semana, outros dois homens foram presos por estupro na região. Em Tubarão, um acusado de 56 anos foi capturado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso na segunda-feira. Em fevereiro, o acusado foi preso pela primeira vez por abuso sexual praticado contra menores, recebeu o benefício de liberdade provisória em março, não cumpriu todos os requisitos e voltou a ter a prisão decretada. Outro homem de 49 anos foi preso em Laguna, também no início da semana. Ele teria abusado de duas crianças em São José.

Nenhum comentário:

Postar um comentário